junho 1, 2020

Por que ser MEI?

Por que ser MEI

MEI significa Microeemprendedor Individual, ou seja, um profissional autônomo. Quando você se cadastra como um, você passa a ter CNPJ, ou seja, tem facilidades com a abertura de conta bancária, no pedido de empréstimos e na emissão de notas fiscais, além de ter obrigações e direitos de uma pessoa jurídica.

Como ser MEI

Para ser registrado como Microempreendedor Individual, a área de atuação do profissional precisa estar na lista oficial da categoria, já que o MEI foi criado com o objetivo de regularizar a situação de profissionais informais. Para ser MEI, é necessário:

*Faturar ATÉ 81 mil por ano ou R$ 6.750 por mês;

*Não ter participação em outra empresa como sócio ou titular;

*Ter NO MÁXIMO um empregado contratado que receba um salário mínimo ou o piso da categoria.

O registro como Microempreendedor Individual (MEI), é um processo simples e menos burocrático: ele é todo feito On-line. São basicamente sete passos a serem seguidos, que vão de informar sobre a abertura até a confecção da nota fiscal. Após essas etapas, de forma rápida e fácil, você já terá todos os documentos necessários para começar a exercer sua atividade.

Para se cadastrar como Microempreendedor Individual (MEI), é necessário ter feito o cadastro no site do Brasil Cidadão e ter se formalizado pelo site do Portal do Empreendedor.

Para acessar o site do Brasil Cidadão, clique aqui.
Para acessar o site do Portal do Empreendedor, clique aqui.

Quanto custa ser MEI?

O microempreendedor individual terá como despesas apenas o pagamento mensal do Simples Nacional, ou seja:

Comércio e Indústria R$ 53,25

Prestação de Serviços R$ 57,25

Comércio e Serviços juntos R$ 58,25

Mas e quais os benefícios mesmo?

Vamos aos benefícios e direitos de ser um MEI:

– Você tem direito a auxílio-maternidade;
– Direito a afastamento remunerado por problemas de saúde;
– Aposentadoria;
– Sendo MEI, você é enquadrado no Simples Nacional e ficará isento dos tributos federais (Imposto de Renda, PIS, Cofins, IPI e CSLL);

– Com CNPJ, pode abrir conta em banco e tem acesso a crédito com juros mais baratos. Pode ter endereço fixo para facilitar a conquista de novos clientes;

– Conta com cobertura da Previdência Social para você e sua família. Conta também com o apoio técnico do Sebrae para aprender a negociar e obter preços e condições nas compras de mercadorias para revenda, obter melhor prazo junto aos atacadistas e melhor margem de lucro.

Deixe um comentário

Your email address will not be published.