julho 27, 2020

9 dicas para você cuidar bem do seu PET no inverno!

Assim como nós, os cães e gatos também sentem frio. Principalmente os filhotes, os idosos e os pets com pouco pelo. Por isso, precisamos estar atentos a vários fatores para deixá-los confortáveis e mais protegidos nesta época do ano. Veja, a seguir:

1. Banho? Com menos frequência. É importante para a higiene dos pets, principalmente a dos cães. A água deve ser morna, e o pet precisa ser escovado e secado da maneira correta para evitar fungos e problemas de pele! Depois do banho, só leve seu animal para a rua em, no mínimo, 30 minutos depois. Pois, caso contrário, pode ocorrer choque térmico, aumentando o risco do seu pet ficar com otite ou pneumonia.

2. Vestir o pet? Depende. Os que estão em constante movimento não precisam. Também é importante respeitar o conforto do seu pet, mas se ele gostar de roupinhas, elas são realmente bem-vindas no inverno.

3. Vacinação: Manter a vacinação do seu pet em dia é fundamental. Mas você sabe como está a carteirinha dele? Fique atento! Também evite aglomerações com grande quantidade de animais. No frio, é mais comum contrair traqueobronquite infecciosa canina, conhecida também como tosse dos canis. A doença é altamente contagiosa e é mais perigosa para animais idosos ou filhotes.

4. Alimentação: Muita gente pensa que no inverno faz bem dar mais comida para os pets. Mas, como eles costumam ficar um pouco mais sedentários e dorminhocos, não se faz necessário. De qualquer forma, acompanhe o peso do seu animalzinho.

5. Comportamento: Se seu pet está sempre animado e contente e, de repente, fica apático e quieto, leve-o para uma consulta veterinária.

6. Exercícios: Estimule o seu pet a se exercitar. O frio é um ótimo período para isso. Em casa utilize brinquedos. Eles podem comer um pouco mais de ração do que o normal por causa dos exercícios, mas não é necessário um reforço na alimentação. O sobrepeso é um problema sério que pode causar doenças cardiovasculares e na coluna.

7. Escovação: aumente a frequência de escovação do animal para, pelo menos, três vezes por semana. Eles tendem a se lamber mais no frio e acabam engolindo mais pelos que formam bolas no estômago, o que pode acarretar nos gatos constipação intestinal, conhecida também como “prisão de ventre”. Nos cães, previne a formação de nós que levam a lesões de pele.

8. Tosa: Os pets que passam mais tempo em apartamentos e costumam fazer atividades físicas devem seguir a programação regular de tosas. Apenas os muito idosos e que ficam em área externas devem evitar ter os pelos cortados.

9. Cuidados com os velhinhos: pets acima de sete anos de idade, de todas as raças, devem ser observados de perto durante o período mais frio do ano. A perda de massa muscular e de camada de gordura, natural do envelhecimento, faz com que sintam mais frio, e em animais com problemas articulares a dor tende a aumentar.

Gostou do post? Então deixe seu comentário!

Deixe um comentário

Your email address will not be published.